Blog

07-02-2020

Moscas volantes: entenda o que são

Por acaso você vê manchas que parecem “voar” à sua frente? Geralmente são vistas quando se olha para um fundo claro, como uma parede branca ou um céu azul, principalmente em dias muito iluminados. Essas manchas ou pontos escuros no campo de visão são chamadas de “moscas volantes”.

A estrutura do globo ocular tem uma parte chamada corpo vítreo (ou apenas vítreo), uma substância viscosa formada por fibras e células, e fica entre o cristalino e a retina. Nesta área do olho podem ser formados pequenos pedaços de proteína, tecidos ou glóbulos vermelhos que parecem ficar ‘soltos’ na retina, na parte de trás do olho. E é isso que causa essas manchas que parecem voar na visão das pessoas.

Embora esses corpos flutuantes pareçam estar na frente do olho, eles estão realmente flutuando dentro da gelatina e a sombra deles é projetada sobre a retina, conforme a movimentação dos olhos.

O aparecimento dos pontos escuros, pequenos círculos, teias ou sombras podem ser alarmantes, especialmente se aparecem repentinamente. Porém na maioria dos casos eles não são preocupantes e resultam de um processo natural de envelhecimento do olho.

Geralmente iniciam-se após os 40 anos de idade, como um processo normal, ou em portadores de miopia. Aparecem feito pontos escuros como se fossem “moscas” ou “teias de aranha” quando movimentamos o olho. É comum surgir primeiramente em um olho e depois passar para o outro.

Nos casos em que o desconforto visual é grande e ocorre baixa importante de visão em decorrência da localização das moscas volantes ou pela mudança de posição delas com a movimentação dos olhos, é necessário realizar uma cirurgia para a remoção das opacidades.

Os casos mais graves envolvem rasgos na retina que podem ser selados com a aplicação de um laser na região, a fim de evitar o deslocamento da retina e problemas mais graves. Moscas volantes são alterações que devem ser acompanhadas periodicamente pelo oftalmologista.

Related Posts

Leave a comment