Blog

17-06-2019

Problemas nos olhos ocasionados pelo frio

Quando os olhos começam a coçar com frequência, ou mesmo, quando você tem aquela sensação de ardência ou de irritação é um sinal de alerta para possíveis problemas oculares. Nessa época do ano, entre o outono e com a chegada do inverno, há sempre uma maior incidência de problemas nos olhos, em função do frio. Que podem ocasionar um grande desconforto e até mesmo problemas maiores de visão. Caso essas doenças não sejam prevenidas ou tratadas de forma adequada.

Neste artigo, vamos falar sobre os principais problemas nos olhos que a chegada do inverno pode ocasionar e como evitar.

Conjuntivite

A conjuntivite se caracteriza, por uma inflamação na conjuntiva (uma membrana que reveste o globo ocular). De acordo com especialistas, as conjuntivites virais são contagiosas e se intensificam nessa época do ano onde há uma maior incidência de frio, como o outono e o inverno. Justamente por passarmos mais tempo, em ambientes fechados e com maior aglomeração de pessoas.

Os idosos e as crianças, estão entre os grupos de maior risco de contágio pela conjuntivite viral, em função da sistema imunológico que costuma ser mais frágil. No entanto, qualquer pessoa, mesmo quem não está no grupo de risco pode ter conjuntivite.

  • Principais sintomas: Entre os principais sintomas da conjuntivite, são ardência, coceira, sensação de areia nos olhos, vermelhidão, excesso de secreção transparente, dificuldade de enxergar em função da claridade (fotofobia)
  • Como evitar: O ideal para evitar os problemas ocasionados pela conjuntivite, é mesmo adotar medidas de prevenção. Sempre que possível evite ambientes com grande aglomeração de pessoas, não compartilhe itens de maquiagem ou colírios. Procure também não esfregar os olhos e sempre lavar bem as mãos.
  • O que fazer: Caso você já tenha pego conjuntivite, utilize óculos escuros, faça compressas com água gelada para reduzir a sensação de desconforto. Só utilize o colírios em caso de indicação do oftalmologista.

Síndrome dos olhos secos

A síndrome dos olhos secos, é uma doença ocular onde a produção de lágrimas acontece em ou pouca quantidade ou em baixa qualidade. Estima-se que só aqui no Brasil, a doença atinge cerca de 28 milhões de pessoas. O inverno, costuma ser um período onde a umidade do ar está mais baixa e por isso o clima fica naturalmente mais seco. Essa condição do clima, aliado ao aumento da poluição, entre outros fatores, intensificam problemas oculares como a síndrome dos olhos secos.

  • Principais sintomas: Apesar de ser uma doença crônica, pessoas que têm a síndrome dos olhos secos costumam relatar maior desconforto na visão nessa época (outono/inverno). Os sintomas são semelhantes ao da conjuntivite como ardor, coceira, vermelhidão sensação de areia nos olhos e secura.
  • Como prevenir: Com a chegada do inverno, para minimizar o desconforto causado pela doença, procure proteger os olhos de exposições como poeiras, fumaças, vento, com um óculos de sol. Evite ambientes com ar condicionado. E evite também passar longos períodos em frente a TV ou computador, pois a tendência nesse caso é piscar menos e com isso reduzir a produção lacrimal.
  • O que fazer: Se você tem síndrome dos olhos secos, é necessário procurar um oftalmologista. A fim de receber a indicação de medicação adequada, que podem ser lubrificantes oculares em forma de colírios ou de pomada.

O cuidado com olhos em tempos de frio

Cuidar dos olhos em tempo de maior incidência de frio é fundamental para evitar problemas ainda maiores de visão, como doenças que ocasionam lesão na córnea, por exemplo. Por isso fique atento as medidas de prevenção às doenças mais comuns no inverno, e cuide bem dos seus olhos! Aproveite também para acompanhar outras dicas em nosso blog.

Related Posts

Deixe um comentário