Blog

A prevenção é sempre a melhor opção, ainda mais quanto a doenças que acometem os olhos, como a conjuntivite.

Essa inflamação da conjuntiva (popularmente conhecida como conjuntivite) é uma condição na qual o indivíduo se queixa de coceira nos olhos, lacrimejamento e sensação de ter areia neles, sendo essa uma doença que pode acometer pessoas de todas as idades.

Quem já teve essa doença sabe como é algo incômodo. É por isso que hoje temos dicas importantes para quem quer saber como se prevenir dela.

 

Entenda o que é e quais as possíveis causas da conjuntivite

A conjuntivite é uma inflamação da membrana conjuntiva, que é a membrana responsável por revestir a esclera (a região branca dos olhos).

E dentre as principais causas dessa inflamação podemos destacar: o uso de certos produtos de limpeza, poluição, poeira, alguns tipos de maquiagem, colírios, etc., dado que esses produtos podem promover reações alérgicas no indivíduo.

 

Conheça os tipos de conjuntivite

Ainda que essa doença pareça ser apenas uma, ela possui variações. E para cada uma dessas há um tratamento adequado. São três as principais: conjuntivite infecciosa, conjuntivite alérgica e conjuntivite tóxica.

Conheça a seguir os tipos de conjuntivite:

Infecciosa: vírus ou bactérias são os causadores da conjuntivite infecciosa, que é contagiosa. É por isso que é importante evitar o contato com pessoas que tenham essa condição e também evitar o uso de objetos pessoais dela;

Alérgica: pessoas que tem problema de alergia são as mais afetadas pela conjuntivite alérgica, que pode afetar ambos os olhos. Mas essa não é contagiosa, mas pode chegar a ser mais agressiva;

Tóxica: por fim, há ainda a conjuntivite tóxica, que se caracteriza pelo uso ou exposição a agentes que causam essa toxicidade, tais como produtos de limpeza, colírios, maquiagem, etc.

E todos esse tipos causam alguns sintomas comuns como coceira nos olhos e lacrimejamento.

 

Dicas essenciais para evitar contrair a conjuntivite

A seguir estão dicas importantes para evitar o contágio por essa doença:

  • Lavar bem as mãos: isso evita que agentes prejudiciais possam afetar seus olhos quando levar as mãos ao rosto;
  • Não coloque as mãos nos olhos: mas claro o melhor é sempre evitar colocar as mãos no rosto, especialmente na área dos olhos;
  • Não dormir de maquiagem: a maquiagem possui muitos produtos químicos, logo, quando ela não é removida por completo antes de dormir, isso pode fazer com que as partículas dela entrem em contato com os seus olhos;
  • Não compartilhar pincéis e maquiagem: como dito, há a conjuntivite contagiosa e o compartilhamento de itens de uso pessoal como pinceis e maquiagem pode transmitir essa doença;
  • Não compartilhe colírio: além de ser um risco usar produtos sem a orientação de um médico, o compartilhamento de colírio pode ser um transmissor da conjuntivite.

 

Como é feito o tratamento?

Mas e quando há o contágio, o que fazer? Como é o tratamento?

Em primeiro lugar, é necessário identificar qual o tipo da conjuntivite. O passo seguinte é a definição do medicamento, de acordo com a causa da doença. O tratamento será de acordo com o tipo e condições do paciente.

 

Consulte um especialista

Faz-se necessário consultar um oftalmologista para que seja realizado o diagnóstico e iniciado o tratamento adequado. Ele identificará o que causou essa condição e receitará o tratamento ideal para cada caso.

Related Posts

Leave a comment

Open chat
Precisando de ajuda?